O London Pass vale a pena?

Londres. É uma cidade incrível. Sua vida noturna é uma das melhores do mundo. Sua culinária é uma das mais diversificadas. Mas conhecer essa cidade significa voltar para casa de bolsos vazios. Certo? Não necessariamente.

É verdade que Londres é peculiar quando se trata de custos. É uma das cidades mais caras do mundo. E, embora os museus de primeira linha financiados pelo governo sejam gratuitos, não se esqueça da sua carteira em outras atrações. Mas essa é a vantagem de um passe turístico. Ele concentra seus esforços nas melhores atrações e experiências, ao mesmo tempo em que oferece o benefício de economia de custos e de tempo. Como passe turístico líder de mercado, o London Pass é o ponto de partida para muitos viajantes que visitam Londres. Por quê? Porque você pagaria £ 34 para desfrutar da tão amada vista do Shard, £ 34 para embarcar em um popular ônibus de turismo hop-on/hop-off ou £ 27,50 para entrar na Torre de Londres e ver as joias da coroa. No entanto, com o London Pass, você não paga nada além do preço do passe.

Mas a grande dúvida na boca do povo é: o London Pass vale a pena?


Saiba mais sobre o London Pass

 

Como são os preços do London Pass?

No preço, o London Pass inclui acesso a mais de 80 atrações, passeios e experiências, além de ofertas especiais.

Como funciona o preço do London Pass?

O London Pass inclui a entrada para muitas experiências, passeios e principais pontos turísticos. Entre os principais estão a Torre de Londres, a Catedral de São Paulo, a Abadia de Westminster e o Castelo de Windsor. O site do London Pass tem uma lista abrangente de descontos na página da lista de atrações, mas listamos os destaques aqui.

Mas e os museus gratuitos?

Dependendo de quanto tempo você ficará em Londres, reserve um dia para explorar os museus gratuitos. Depois, explore os museus incluídos no London Pass. Isso permitirá que você aproveite ao máximo o passe, tanto em termos de dinheiro quanto de tempo. Se isso não for possível, planejar sua viagem é essencial. Planeje sua rota com base nas atrações mais caras no passe, além de museus gratuitos ao longo do caminho.

Quem deve considerar comprar o passe?

Visitantes de primeira viagem – Se for sua primeira visita a Londres, o passe pode ser o seu melhor investimento (além da passagem de avião). Cuidadosamente pensado para apresentar as melhores atrações da cidade, bem como tesouros escondidos que dão um toque autêntico à sua viagem, você pode fazer tudo isso por uma fração do preço. E com entrada sem fila em locais selecionados, você poderá economizar horas durante seu passeio. Isso é muito positivo quando você está com pouco tempo em uma cidade desconhecida.

Famílias – Viajar com crianças significa maior necessidade de organização, mas não com o London Pass. Porque tudo o que você precisa está compactado em um aplicativo, como mapas, horários de abertura de atrações, ofertas especiais perto de você e muito mais, você pode trocar os passeios turísticos tradicionais por um turismo moderno. E passar tempo de qualidade nos melhores lugares de Londres com seus filhos. Além disso, as suas economias se multiplicam quando você viaja em família. E se você não tiver muitas ideias sobre o que fazer com as crianças ou em Londres em geral, confira o blog do London Pass.

Estadias longas e moradores – Vai ficar em Londres por um tempo maior ou tem alguns dias de folga? Perfeito. Quanto mais longa for a sua estadia, melhor será o valor do passe. E se você for morador e tiver o luxo de ter alguns dias livres, por que não redescobrir a cidade em que você está?

Os indecisos – Há muito para ver em Londres, você estará mais do que perdoado por se sentir sobrecarregado. O passe, com sua riqueza de informações no local, no aplicativo gratuito e no blog, é um recurso turístico completo. O aplicativo até sincroniza o itinerário com seu calendário, para que você possa planejar suas visitas pela cidade sem esforço.

Quem deve desconsiderar a compra do passe?

Viajantes com orçamento limitado – se estiver com o orçamento apertado, compre o passe de um dia. Você vai fazer o seu dinheiro valer muito a pena vendo os pontos turísticos mais caros em um único dia.

Viajantes que querem ver uma única atração – Se você só quer ver algumas atrações durante a sua viagem, o passe não compensará. Mas lembre-se que ele também conta com ofertas especiais que garantem descontos em refeições, varejo, compras e entretenimento.

Dicas e truques do London Pass

Fique de olho nas promoções – O site oferece duas formas principais de acumular economia. A primeira delas são as promoções locais, que estão claramente sinalizadas na página inicial e na página de preços. A segunda vem em seu programa de cadastro e economia, em que você pode ganhar descontos quando os passes não estão em promoção.

Comece cedo – Deus ajuda quem cedo madruga. Ative o seu passe de manhã para garantir sua validade durante o máximo de tempo possível e lembre-se, as durações funcionam em dias consecutivos, não em períodos de 24 horas. Verifique os horários de funcionamento dos pontos turísticos, pois muitos fecham em torno de 16h30. Se você não começar antes do meio-dia, pode ter apenas algumas horas para ver tudo o que quiser. Comece cedo, passe um dia de turismo tranquilo com o bônus de evitar as multidões.

Explore, passeie e experimente – O passe não é apenas uma entrada para atrações, é o pacote completo. Então, para ter certeza de que você está economizando o máximo possível, faça o máximo de visitas possível. Visite 2 ou 3 atrações por dia e ainda aproveite descontos em restaurantes e lojas. Cada momento e libra que você gastar dessa forma será sabiamente gasto.

Planeje com antecedência – Isso pode parecer óbvio, mas é muito importante. Planejar seu tempo, de local em local, significa que você pode eliminar os palpites sobre a agenda do dia e aproveitar o passeio ao máximo.

Onde comprar o London Pass?

É melhor utilizá-lo como passe turístico digital, então compre on-line, baixe o aplicativo gratuito e sincronize a confirmação de e-mail para obter acesso imediato.É simples!Ter o passe disponível no celular também significa que para entrar em uma atração, basta escanear o código na portaria.Optar pela entrega digital garante um guia, ofertas especiais e ferramentas de planejamento, todos disponíveis no aplicativo.

Se você preferir um passe impresso, pode solicitar o envio ou a retirada em uma central de resgate. A vantagem desse método de entrega é que enquanto estiver lá, você também poderá retirar suas passagens do ônibus hop-on/hop-off.Se você mora no Reino Unido, a entrega leva cerca de 6 dias úteis e custa £ 2,95.Para quem mora fora do país, os custos de envio são de até £ 35, e a entrega leva cerca de 15 dias úteis.

O veredicto

Quando o assunto é o London Pass, a economia de dinheiro e de tempo, além do valor geral do produto, é inegável.Ele não só oferece entrada gratuita e conveniente para mais de 80 das atrações emblemáticas de Londres e pontos locais autênticos, mas também proporciona oportunidades para agregar valor durante toda sua viagem.Ofertas e descontos especiais pensados sob medida para você são apresentados durante seus passeios, revelando uma Londres além de suas atrações.